O que é o Microsoft Hololens?

Os Hololens não são, necessariamente, óculos de realidade virtual; antes, são óculos holográficos.

A Microsoft introduziu os Hololens em Janeiro de 2015, juntamente com o sistema Windows Holographic. Diferentemente de outros óculos de realidade virtual, os Hololens assentam numa "realidade mista" que combina aspectos de realidade virtual com realidade aumentada. Segundo a própria Microsoft, "com os Hololens, a experiência holográfica no Windows baseia-se numa realidade mista que lhe permite desfrutar da vida digital ao mesmo tempo que o mantém conectado ao mundo real".

Os hologramas que vê com os Hololens podem mover-se e mudar de forma consoante a interacção do utilizador com o meio físico em que se encontra. A maior diferença em relação a óculos de realidade virtual como os Samsung Gear VR ou Oculus Rift está no facto dos Hololens não precisarem de uma conexão a outros dispositivos. Têm tudo integrado num sistema único.

O objectivo dos Hololens passa por criar uma experiência imersiva adaptada ao mundo real e não um mundo virtual independente. Os Microsoft Hololens contam com uma unidade de processamento holográfico (HPU) para nos proporcionar uma experiência holográfica adequada. Os hologramas processam-se através de sensores e lentes, complementados pela inclusão de áudio espacial no sistema.

A Microsoft também lançou a HoloStudio, uma aplicação que permite que os utilizadores gerem hologramas a partir dos seus dispositivos. A app também oferece a opção de imprimir esses hologramas em 3D.

Para mais informaçõe sobre os Hololens, consulte o site oficial.